sábado, 16 de fevereiro de 2013

O que te move? o que te motiva?




Eu poderia listar muitas coisas que me motivam a lutar pelas coisas que quero, algumas já conquistei, outras ainda estão por vir...Se fosse fácil não teria a menorrrr graça, certo? (risos)...


Não sou uma mãe perfeita, não mesmo e admiro quem ainda continua tirando religiosamente fotos do desenvolvimento dos seus pequenos, este mês o dia 11 me passou batido, o Vitor completou um ano e 10 meses, nossa está passando rápido demais...Mas muitas coisas acontecendo, trabalho, retorno dos estudos, exames para deixar a saúde em dia, ufaaaaa está corrida a coisa por aqui, mas melhor assim do que a monotonia.


Mas eu sigo aqui, errando e acertando, mas tenho uma certeza, sou uma pessoa muito melhor a 6 meses, voltei a ser eu mesma, é bom viver leve, chegar em casa e não ter ninguém de cara feia ou sempre com olhar de reprovação para tudo que seu filho mais velho faz, os finais de semana são esperados e são felizes, estando em casa ou passeando, enfim vivendo cada momento com harmonia como a muitos anos não vivia, isso realmente não tem preço. Os verdadeiros amigos se aproximam, ou seja nunca te deixam na verdade, (risos) e novos amigos se aproximam pois percebem que você está bem e feliz novamente.


Momentos como este são comuns e diários, graças a Deus...e assim sigo leve, feliz e com uma expectativa bem gostosa que surgiu por aqui!







video




Saudades de escrever aqui, de falar dos meninos e visitar os blogs que gosto, mas...Estou voltando meninas, agora forte, feliz e com uma "expectativa" a mais, kkkkk.

Saudades de vocês todas!!!



Bj bj bj


segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Adeus ano velho, FELIZ ANO NOVO!!!

E Chegou 2013 e com ele a esperança de recomeço e de que tudo pode ser diferente!!!

Sim 2012 foi um ano muito difícil para mim em todos os sentidos, sentimentalmente falando, financeiramente e principalmente profissionalmente, o recomeçar, ou seja retornar ao trabalho depois de quase dois anos em casa não foi nada fácil, ainda mais sentindo a saudade que senti do pequenino, mas foi realmente necessário...

Me separei, sofri, chorei, mas nada na vida é por acaso, neste breve tempo que esta nuvem negra esteve aqui pude ter certeza do valor e da força que recebi dos meu verdadeiros amigos...

E aprendi, que nunca, mas nunca se gosta mais de alguém do que de si mesmo, que nada neste mundo vale mais que meus filhos, me trabalho e meus amigos, e que no momento que você consegue sorrir de dentro pra fora, tudo se abre a sua volta!

Aos velhos amigos, meu muito obrigado, pelo colo, pelo carinho, pela paciência, por todo o apoio que recebi e quero que saibam que sempre poderão contar comigo...

Aos novos amigos, espero um dia ser metade do que meus "velhos" amigos foram para mim,o dia que precisarem de um ombro amigo.

Não preciso citar nomes, e nem parafrasear coisas lindas que ouvi dos amigos, vocês sabem muito bem onde e como cada um foi e é especial na minha vida, e posso dizer de coração aberto, hoje não tenho mais medo de ser feliz, e se isso foi possível devo isso à vocês!

Só queria abrir um parentese para dizer que é muito bom ser surpreendida, e o maior apoio vem de onde menos se espera, e sim essa pessoa ganhou um lugar no meu coração que mesmo que eu não trabalhe mais lá nunca vou esquecer suas palavras e seu apoio, sim flor estou falando de ti e sei que quando leres vai entender que estou falando de você. Te adoro menina, você tem um coração generoso e afetuoso, e consegue  transformar as coisas que toca, nunca perca esse sorriso de menina, és uma mulher forte e admirável, uma profissional que sabe conduzir as coisas com carinho e força, sabe valorizar e motivar as pessoas, isso é raro nos dias de hoje, uma mensagem tua, um oi de longe tem um valor inexplicável para mim, só eu sei como estava me sentindo quando cheguei na tua sala e você fez de tudo para que eu saísse dela com o coração confortado. Espero algum dia poder retribuir este carinho florzinha!

E a vida continua...

2013 esta aí novinho e cheio de possibilidades, que tudo seja possível e que todos os meus amigos permaneçam ao meu lado e que muitos outros se aproximem!


E o doce? e o Ju...São a minha carta na manga, são o segredo do meu sucesso, todo o dia vale a pena levantar, correr, trabalhar, estudar e me virar em mil, é por eles que eu sigo em frente de cabeça erguida sempre!

O Vitor me acorda com beijo e fala... mamãe, qué? qué? ( quer dizer, quero mamar, levanta mãe!) ...
O Ju cada dia mais maduro e lindo, sempre companheiro e carinhoso, claro que perfeito ninguém é, (risos), mas meu adolescente é bem calmo até!

Então hoje só tenho a agradecer a Deus, por tudo que passei e pelo que ainda falta passar, pois sempre tiramos grandes coisas, aprendemos amadurecemos e ganhamos pessoas de muito valor!

Obrigado à Deus por tudo e estou com muitas saudades de visitar todos os blogs que eu amo, e com muitas saudades daqui, e aguardem tem sorteio chegando, parceria nova e o bloguinho sendo atualizado novamente com nova cara! Ebaaaa voltamos!!!

Saudades de todas(os) vocês!!!

Adeussssss ano velhoooo e que 2013 seja muitoooo melhor!










                                               Meu doce e meu primeiro amor!

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Das coisas que minha mãe não me disse...

Mesmo parecendo não é plágio...

Quero pedir licença ao Minha Mãe que Disse, pois adoro acompanhar este site e quando eu nem pensava em ter o meu blog eu já o acompanhava...

Mas o motivo deste título embora pareça não tem nada haver com este blog, e nem mesmo com as coisas que costumo postar aqui...

Então peço licença também aos meus amores que são o motivo deste blog para falar sobre mim, e agradecer todo o carinho que tenho recebido nestes últimos meses, de pessoas próprias e de algumas pessoas que nunca imaginei que cruzariam a minha vida, pois questões obvias...


Vamos lá...

Das coisas que minha mãe não me disse ou que eu não quis ouvir...

Filha não é nada fácil crescer, pois o mundo nem sempre é seguro...
A pessoa que passar a vida te jurando amor eterno e incondicional certamente irá partir antes de você te causando uma grande dor depois de ter lhe dado tanto amor...

Filha o conforto vem de onde menos esperamos e a traição é inevitável aos que são vazios...

Filha certamente a mãe gostaria muito de te proteger pra vida inteira, mas quando você crescer em alguns momentos terá a necessidade de caminhar sozinha, e sim errando você irá aprender mais do que me ouvindo, infelizmente...

Minha amada filha não deixe que o tempo faça você perder este sorriso lindo que me fortaleceu nos momentos em que eu fiquei frágil e tenho certeza que terás este mesmo sorriso para te amparar quando precisares...

Filha o amor é um sentimento maravilhoso, mas virão disfarçados em algumas pessoas, estas certamente passarão pela sua vida e deixarão marcas, umas boas outras nem tanto, mas o mais importante é teres calma, pois a dor é inevitável em alguns momentos, mas o tempo sempre auxilia e muito, então quando algo ruim acontecer feche os olhos e lembre das nossas brincadeiras e do sorriso que despertavas em mim, isso te ajudará...


O sentimento que descrevo agora, certamente irás compreender quando tiveres seus filhos, e terás o mesmo presente que tive de você por muitos anos, aquele sorriso infantil, meigo e verdadeiro que contagia e alegra qualquer coração!

O mais importante filha é não ter medo de ser feliz, da forma que achares certo, e não se preocupe com o que vão dizer, pessoas julgam, criticam, mas quem te ama certamente irá te apoiar sempre! Te amo com toda a força do meu coração, infinitamente meu amor!

Da sua mãe Nara.

Mãe, esteve sempre certa, e como te disse antes, não vou te pedir perdão pelas coisas que não segui, vou sim te agradecer, pois depois de passar por elas me tornei uma mulher mais forte, e agradeço a carta, linda mesmo e sempre que posso eu leio inúmeras vezes, te amo muito e hoje posso te dizer...

Obrigado por tudo, se hoje sou alguém que luta pelo amor e pelo justo, agradeço isso a você!





quinta-feira, 27 de setembro de 2012

O que é meu é meu, o que é teu é NOSSO, né mano?


Nosso doce amor está a cada dia mais engraçadinho e cheio de novidades, mesmo manhoso sempre consegue nos "dobrar" com aquela carinha linda e sapeca...

Deixo aqui o registro do que o doce e o mano ficam aprontando enquanto a mamãe trabalha, kkkkk...

Amo vocês demais meus amores!


                                                       Adoro brincar com o mano!




Tia Sheila e tia Dane, prometo não estragar viu? kkkkkkk






Cade o doce?



E ai? do que os pequenos gostam de brincar? Aqui o cesto de brinquedos feito de jornal faz o maior sucesso! kkkk



segunda-feira, 17 de setembro de 2012

É tempo de reconstruir...




É tempo de recomeço, arrumar a bagunça, pensar em tudo, organizar as coisas boas, deixar as ruins para atras, pois para recomeçar não se deve trazer a "bagagem" negativa, o que passou passou, do ontem só posso e devo trazer as coisas boas que servirão para o amanhã. Uma verdadeira faxina mesmo, de sentimentos, atitudes, ações, claro que isso tudo leva um tempo, mas hoje é o dia 2, ontem foi o início de um novo ciclo.

Falamos em coisas boas então? Sábado retornei as LIBRAS, meu sonho dourado que a partir de agora deixa de ser sonho, pois além de eu ter sido muito bem recebida no curso meu primo Marcos está me ajudando, e com o curso e muito treino logo estarei trabalhando com o que eu realmente amo, e deixo aqui minha afirmação Primo, quanto mais eu desenvolver as libras, mais estaremos unidos, nunca vou me "encher" de você, vou adorar ser sua intérprete!

Meu mocinho fez 15 anos, ganhou LIS DE OURO no escoteiro, os chefes o elogiaram pelo que ele amadureceu, sou muito feliz pelo filho que tenho, ele é realmente uma benção de Deus. O sábado foi corrido, mas muito legal, fui ao curso, voltei com meu vocabulário mais amplo, a tarde fui ao escoteiro encher meu coração de orgulho do meu filhote. Claro que a construção deste rapaz maravilhoso não teve só o meu empenho, teve principalmente o apoio do seu pai de coração.

Posto as fotos aqui depois, a partir daqui vou carregar comigo, coisas boas e pessoas que venham a me acrescentar em boas lembranças e boas energias!

Uma ótima semana à todos, fiquem com Deus e voltarei com novidades para lembranças maternidade, pois daqui uns dias minha amiga terá a Yasmim! Que seja bem vinda mais uma gatinha ao mundo!

Beijos


quinta-feira, 6 de setembro de 2012

As saudades e as birras...

Comecei a trabalhar à quinze dias, fico umas sete horas ausente, contando com o deslocamento claro, e final de semana já notei diferença no comportamento do Vitor. Ele fica o tempo todo em volta, quer colo direto, espicha as mãozinhas e sacode, como que diz... - Me pega mamãe...
Claro que a mamãe pega, mas não vamos esquecer que a mamãe tem que deixar a casa limpa e organizada antes de sair e almoço pronto, dar banho no Vitor e fazer comida, e geralmente o deixo dormindo a soneca da tarde e saio para trabalhar. Eu também tenho sentido muita saudade dele, mas é preciso retornar ao trabalho e não estou assim tão ausente, iremos nos acostumar, mas por enquanto a sensação é estranha, sei que vai passar nós dois iremos nos acostumar logo, afinal de contas eu vivia só pra ele, agora meu mundo aos poucos volta ao normal, talvez o tenha acostumado mal, o deixei manhoso, sim admito, mas pensa bem...

Um bebê que chorava noites inteiras e não se sabia ao certo o que tinha, até que depois de muito tempo descobrimos o refluxo, por conta disso anemia, não comia direito, tem o sono agitado à noite, se eu não tivesse o mínimo de carinho para pelo menos segurar com ele tudo isso, como seria? Oras então eu assumo mesmo, o mimei, fiquei daquelas mães que para tudo que precisa fazer para ficar em volta da cria mesmo, claro que com isso vieram birras e ele começou a me testar, e as vezes quando é contrariado faz um show, ok eu tentei seguir como nos livros de pedagogia, mas nem sempre dá certo, (risos). Não adianta, o negócio é manter a calma mesmo, não tem segredo, deixo chorar um pouco, (não muito se não ele não para), não deixo que se machuque porque ele se atira, e depois o pego e converso com calma, tento dar algo para que brinque, como mudar de assunto,(risos) e logo ele se acalma. Fácil não é, tem que ter jogo de cintura e sim nem sempre dá certo, (risos) quando isso acontece eu pelo menos tenho o SUPER MANO, que vem com seu violão milagroso e "doma" a fera de uma forma encantadora. 

Aproveito para deixar uma dica de leitura de um site que acompanho desda gravidez, falando sobre este assunto, birras.

E ai como foi o retorno ao trabalho, a adaptação foi tranquila? E as birras por ai?


                                                                   Imagem retirada do google

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Saudades e boas lembranças - A gravidez do Junior...

Estas horas longe do Vitor e do Junior me deixaram com vontade de contar para eles como me senti quando soube que estava grávida, a verdade não uma estória cor de rosa ou azul, (risos).

Sim engravidei do Ju com 17 anos, fui mãe com 18 anos recém feitos. Se a gravidez foi um descuido? Não mesmo, tentei durante um ano engravidar, o que me falavam eu fazia, tive até medo de não poder engravidar de tão aflita que fiquei, quando "desencanei" aconteceu e foi um dos dias mais felizes da minha vida, pois todos desejávamos um bebê em casa. Claro que devido a minha idade passei por vários problemas, muitos pessoas querendo dizer o que eu D E V E R I A fazer e achando um absurdo eu não seguir a risca o que me mandavam, mas oras o filho é meu, eu desejei, eu gerei, então azar se eu errar, pelo menos tentei sozinha, (risos). O lado bom de ser mãe jovem foi que eu sempre fui mais eu, nunca deixei ninguém me tirar autoridade, eu fazia o que meu coração de mãe mandava e pronto, estando certo ou errado e hoje o Ju tem 14 anos, não morreu, é um moço lindo com 1,75 de altura (acho que até mais, kkkkk), um menino companheiro, carinhoso, calmo, mas claro como todo adolescente não gosta muito das rédias da mãe. Mas ele sabe que sou chata mas o amo muito.

A gravidez do Ju foi tranquila, não tive dor, dormia bastante, não engordei muito, tinha muita sede e pasmem tive desejo de comer sabão, kkkk, sim isso mesmo sabão em barra, naquele tempo tinha o sabão brilhante em barra para lavar a louça, nossa quem conheceu sabe que aquele "troço" tinha um cheiro D E L I C I O S O, juro pra  vocês que todos de casa me cuidavam para que eu não comesse o sabão, mas um dia eu abri um novinho e dei uma bela lambida, kkkkkk, é o gosto não foi exatamente o que eu esperava lógico, kkkkk, mas o cheiro ficou encantado, vou sempre lembrar. Eu pedia as vezes trakinas de morango com iogurte, mas isso não era desejo era puro mimo, kkkkkk.

O Meu Ju é um menino de ouro, eu devia agradecer todos os dias pelo filho que tenho e que Deus continue o mantendo este menino, querido e carinhoso que és comigo. Sempre foi calmo desde de bebê, não era de muito choro, com Três meses de vida dormia a noite inteira, quase sempre o achava dormindo em baixo da mesa da cozinha, ele pegava os carinhos e a fralda como o bico pendurada e ia brincar, dali alguns minutos encontrava o garoto dormindo, quando saímos na casa de outras pessoas era um custo pra fazê-lo brincar com alguém e quando se soltava já era hora de voltar para casa. Tenho muitas saudades da infância do Ju, mês que vem o garoto faz 15 anos e parece que foi ontem que sai da maternidade com ele nos braços todo orgulhosa dos seus 3,970 e 57cm.

O tempo passou bem rápido meu anjo, a mãe te ama a cada dia mais e espera que Deus te reserve um futuro brilhante, que todos os teus desejos sejam possíveis e que mesmo não sendo perfeita eu possa te passar coisas boas a seguir. Cada momento livre no trabalho a mãe lembra de você e do mano, e te agradeço pela SUPER força que estás me dando, pois acredito que se não tivesse a confiança no cuidado que tens com o mano não conseguiria trabalhar agora.

Obrigado filho, você é minha joia mais rara!










                                                                      Ô saudades!


terça-feira, 21 de agosto de 2012

KCA e o retorno ao trabalho


Imagem retirada do Google



Eis que pedi meu presente de aniversário e fui atendida...

Pedi um trabalho de seis horas, de preferencia de segunda a sexta, com um horário diferente do comercial, e consegui! Comecei hoje, na verdade tivemos a apresentação da empresa, assinamos o contrato de trabalho e outras formalidades. A muito tempo queria trabalhar nesta empresa mas só agora foi possível, coisas que só Deus pode explicar.

Posterguei muito meu retorno ao mercado de trabalho e confesso que após ter o Vitor e descobrir seus problemas digestivos, não me imaginava retornando ao trabalho tão cedo, mas algo mudou em mim, a Karina profissional foi sacudida e respondeu de imediato, a mulher necessitava de um tempo para si, ambas estão voltando aos poucos. Não será nada fácil eu sei, pois no momento não terei como pagar alguém para me ajudar nas tarefas de casa, mas sei que consigo! Nem sempre conseguirei deixar a casa impecável antes de sair para o trabalho, mas já estou me preparando para não me cobrar tanto, (vou tentar, risos).

Hoje senti saudades do Vitor, sim e como não sentir? Pois minha proteção de tela no celular tem a carinha dele estampada, (mãe coruja), mas quando cheguei em casa, louca de sono e cansada, enlouquecida por um banho, (pois em pleno inverno gaúcho anda fazendo 30 graus!), lá estava ele sentadinho no colo do mano...
Quando me viu abriu um sorriso lindo de desmanchar o coração de alegria, dai toda a saudade é recompensada!

E quando acordo pela manhã sabendo que o meu dia será longo e com muitas coisas para fazer tenho um chamego logo cedinho, com muitos abraços e mimos! Então minha mensagem hoje para as mamães que estão em casa com seus bebês...

Aproveitem ao máximo, sim a gente se culpa por muitas vezes "achar" que não aproveita tanto o tempo, seja estando perto deles ou longe, mas o importante é viver cada momento intensamente, trabalhando fora ou em casa, não se cobre tanto e não deixe que cobrem você! Um grande beijo no coração de todas as super mamães que conseguiram permanecer em casa com seus bebês e para as que retornam ao trabalho, boa sorte, tudo vai dar certo!



                                                         Imagem retirada do Google

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Dos sentimentos a culpa...




 
(Imagem do google)


Nem sempre as coisas acontecem como a gente planeja ou fazemos escolhas erradas, que naquele momento parece ser o mais correto. Errei muitas vezes sim, poderia ter evitado muitas coisas, mas se não passasse por elas como aprenderia? Sim eu sei que, se seguisse alguns bons conselhos não bateria a cabeça tantas vezes, mas atire a primeira pedra quem nunca pensou assim quando ouve um bom conselho: - Ahhh eu que sei, (risos).

Assim segui meu caminho ano após ano, muitas coisas boas e ruins aconteceram, umas me orgulho de ter vivido, outras eu penso que se tivesse um tempo maior para refletir teria com certeza feito diferente. Mas sei que ainda preciso aprender a arriscar e perder o medo das coisas. Pois quando estava grávida do Vitor percebi uma força que nem eu mesma sabia que tinha, mudar minha vida completamente depois de ter um filho criado foi uma grande reviravolta.Na época meu filho mais velho tinha 13 anos e minha vida era muito corrida, trabalho, faculdade, curso de libras, nunca estava em casa e de repente deixei tudo isso de lado, acho até que por tempo demais, praticamente dois anos. Em casa me senti bem triste na maior parte deste tempo, pois pela segunda vez não consegui amamentar como eu queria por conta do refluxo do Vitor. Não tive sorte com pediatras, só conseguimos descobrir a causa do desconforto do Vitor depois do primeiro ano de vida.

Hoje ele tem um ano e quatro meses e ainda acorda muitas vezes durante a noite, a exaustão fez com que eu postergasse meu retorno as coisas que amo e ao trabalho, mas hoje me vejo no fim da minha linha emocional, não me imagino mais em casa em tempo integral...

Se me sinto um culpada por isso? Sim me sinto um pouco, pois quando soube que estava grávida pela segunda vez depois de tantos anos, imaginei que serei muito melhor que a primeira, mas quase nada saiu como eu queria, a começar pelo problema do Vitor para se alimentar e pelo tempo que acredito não ter aproveitado tanto, pois devia ter me dedicado aos estudos e até mesmo terminado meu curso, hoje voltaria a trabalhar já com um salário melhor e uma estabilidade financeira, tempo eu tive de sobra. 

Finalmente depois de dois anos voltei a cuidar de mim, sabe quando você nem se olha mais no espelho pois o que enxerga parece não ser você? Cheguei a este estágio e não foi nada bom, até as pessoas ao meu redor perderam o interesse por mim, quando você não se gosta não tem quem goste, certo?

Fiz o blog para divulgar meus biscuits, mas acabei escrevendo sobre o Vitor, nem tempo para o biscuit eu consegui de fato, me privei de escrever aqui o que eu realmente queria, preocupada com o que as pessoas iriam pensar, ora por favor né? (risos), Ok então eu não magoo mas sou magoada, ta bom...

Férias escolar do Ju (meu filho mais velho), hora de aproveitar as manhãs para deixar curriculuns por ai, claro que não seria fácil, pois eu precisava de um horário diferente do comercial e consegui, fiquei mega feliz, foi meu presente de aniversário! Mas e a culpa? ela ainda está lá no cantinho guardadinha, vou trabalhar fora mas ainda terei bastante tempo em casa, para fazer as árduas tarefas do lar, aquelas tarefas que jamais acabam e que você tem que fazer e pronto, (risos), após isso vou correr tomar um banho me arrumar para trabalhar das 16h às 22h, e ao chegar tomar um banho e dormir? Doooo o quê? (risos), não dormir é para os fracos, ao chegar ainda vou ter que fazer o garoto dormir, vou estudar um pouco pois ele sempre acorda quando eu deito, pedindo mama. 

A culpa é companheira da mãe, da mulher que geralmente exige muito de si e acaba não aproveitando de fato coisas tão gostosas como um goin, goin = ainda não sei o que significa, um Caiu, Eai, agora, pabô =acabou, aga= água, essas primeiras palavrinhas que já tem surgido por aqui, pelo dito ou pelo não dito, sim eu fiquei dois anos "parada", mas estou voltando com força total e desta vez passei a minha capa de super mulher e vou conseguir ser como eu imagino e se Deus quiser todo o tempo que fiquei em casa irei recuperar!

E logo irá embora aquela pessoa que olho no espelho e não sei que é! (risos)

E Você convive com a culpa? ou você é livre deste sentimento manipulador?


Significado de Culpa
s.f. Ato ou omissão repreensível ou criminosa; falta voluntária, delito, crime: pagar por uma culpa.
Responsabilidade por semelhante ato: não ter culpa do que fazem os outros.

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Resultado concurso Kit Natura VôVó

Ela é blogueira,uma mamãe muito dedicada, fotógrafa, querida e criativa...

Ela é Andrea Charan...


Ganhadora do concurso viagem inesquecível Natura VoVó, parabéns Andrea, entraremos em contato com você para pegar seu dados!





Mamãe Andrea Charan, Lara e Vovó Gracinha em nas Cataratas wm Foz do Iguaçú - PR


Beijos à todas que participaram, logo volto com novidades!




sábado, 4 de agosto de 2012

Salsa, Cebolinha e amor perfeito!

No post anterior comecei minha pequena horta...
Estava super animada e comecei a fazer meus vasos com tetra pak, mas como tenho uma cachorra sapeca no pátio que mexe em tudo e tenho pouco espaço, pois vou reformar a casa, tive que fazer diferente...
Peguei uma mesa velha, um pedaço de grade e com arame firmei garrafas pet, coloquei terra preta e plantei salsa e cebolinha, na floreira plantei amor perfeito, quando começar a crescer mostro, vai ficar lindo!


Ficou assim:



                                                            Intercalei salsa e cebolinha



                                                            Aqui ficou o amor perfeito



                                                             E vamos esperar crescer!

Promete Promete que não vai crescer distante Promete que vai ser pra sempre assim . Promete esse sorriso radiante... Todas as vezes ...